A minha passada por Lisboa teve um motivo mega especial, fui dar aula na N.Ó.S Escola, que eu sou apaixonada pelo trabalho delas. Para quem não conhece, a escola foi fundada no Rio de Janeiro, que eu também já fui dar aula, e tem como proposta ensinar não só a cozinhar de forma mais saudável, integrada e consciente, mas também algumas outras práticas que nos levam a ter esse estilo de vida, que é bem o que eu prezo para a minha vida.

 

Recentemente eles abriram essa unidade em Lisboa. Me senti mega honrada de ter sido chamada para dar uma aula de aproveitamento integral dos alimentos, em que a estrela da vez foi a abóbora, aproveitando desde a sua semante até a casca, e sem ficar na mesmisse.

 

A aula aconteceu em um lugar pertinho de Lisboa, há 30 minutos, em uma fazenda de produção de orgânicos que se chama Quinta do Arneiro  (foto à direita) e que lugar INCRÍVEL! Visitamos as estufas deles, eram cada frutas e legumes um mais lindo que o outro, os morangos gigantescos e mega saborosos, e o melhor de tudo é que eles entregam eles sob encomenda na cidade, então já fica a dica pra quem mora por essas terrinhas!

 

E para deixar o passeio ainda melhor, eles tem um restaurante lá MEGA charmoso, e a comida parece ser maravilhosa, feita com todas essas delícias orgânicas, vale muito o programa. Foi nesse cenário delicioso que eu ministrei a minha aula, não tinha como ser melhor.

 

Aproveitando a viagem, fiquei alguns dias na capital portuguesa e consegui visitar alguns restaurantes MARAVILHOSOS, acho que foi a parte da viagem que comi melhor, então segue abaixo a lista deles.

 

Feirinha Príncipe Real – rola todos os sábados na praça Príncipe Real, e por lá tem desde antiquários à vendinas orgânicas. Encontrei um marca de sais que me deixou enlouquecida, chamada Sabores da Aldeia. Comprei flor de sal do rio maior sabor beterraba e cebola, muito lindo e saboroso para finalizar pratos.

 

Naked, tudo natural – restaurante com ambiente muito gostoso e comida deliciosa, super aprovado.

 

Ministry of Yoga – aulinha de Yoga mais que especial.

 

Celeiro – rede de mercado com produtos naturais,  tem vários tipos de queijos veganos, proteínas vegetais, misturinhas de especiarias e suplementos, vale super a passada.

 

My Mothers Daughters – restaurante de família, a mãe e as suas três filhas que cozinham, e preparam aquela comidinha caseira e bem gostosa, cheia de opções veganas, muito bom.  

 

Miosotis – mercadinho biológico imperdível, pirei na parte asiática, comprei várias coisinhas e alguns chás diferentes, fica a dica do de echinacea que é bom para imunidade.

Café Boavida – café mais charmoso de todos, vale super a parada (foto à esquerda).

Companhia portuguesa do chá – lojinha de utensílios para chás e sabores de chás deliciosos, para os fã como eu, vão pirar.

 

Cozinha de Alecrim – MELHOR RESTAURANTE DA VIAGEM! Sério, esse lugar ganhou meu coração, e a minha barriga rs. Já tinha visto algumas fotos de lá e ficava babando. A dona (foto ao lado)é quem faz a comida e ela é um amor de pessoa, acabou que viramos amigas. Todo esse amor é depositado na comida dela, deixando cada garfada ser mágica, gostei tanto que fui duas vezes. E como tudo que é bom tem que ser compartilhado, eu ensinei ela a fazer o melhor doce de leite vegano da vida, então quem for de Lisboa agora pode ir provar essa delícia.

 

Bettina & Niccolo Corallo – lojinha charmosa de cafés e chocolates orgânicos e muito gostoso.

 

Organi – cosméticos biológicos.

 

Instituto Macrobiótico de Portugal – que lugar incrível! Eu sou apaixonada pela medicina macrobiótica, e nesse cantinho eles dão diversas aulas, cursos, massagens, tem um restaurante e uma lojinha, que eu acabei comprando um missô escuro e outro claro e flor de lótus, que eu amo.

 

O Botanista – restaurante com comida maravilhosa!! Vale muito passar para experimentar (foto ao lado).

 

Armazem Maria Granel – loja a granel, lá você leva o seu próprio potinho e embaixo tem uma lojinha de produtos zero lixo.  

 

Food Mercearia Biologica – mercadinho com muita coisa legal, comprei uma pasta de curry orgânica, que estou doida para experimentar, e lá tem um restaurantezinho super charmoso.

 

Arkhe – restaurante muitoooo bom, serviço impecável e ambiente super gostoso.

 

Uma dica legal de uma amiga minha enquanto visitávamos alguns mercados foi a de comprar geleia de arroz, segundo ela é o melhor adoçante, tem o índice glicêmico super baixo.

 

E essas foram as minhas dicas de viagem, espero que tenham gostado. Vou postar aqui também algumas dicas de uma amiga minha chef de cozinha que acabou de voltar da Thailândia e vai nos contar um pouquinho mais dessa experiência, fiquem ligados.